Logo

Assistente de produto

x
Drücken Sie Enter zum Suchen oder ESC zum Schließen

Visita do deputado Thomas Marwein ao Grupo JUNKER: Proteção ambiental e redução de emissões em foco

Thomas Marwein, deputado estadual do distrito eleitoral de Offenburg, visitou o Grupo Junker, em Nordrach, Alemanha, no dia 9 de março de 2018. No local, ele pôde testemunhar o engajamento da fabricante de retificadoras com a proteção ambiental.

Logo no início de uma tarde informativa, o fundador da empresa, Erwin Junker, acompanhou o deputado na visita pela fábrica. O fabricante e seu visitante trocaram ideias sobre as possibilidades e os desafios futuros da tecnologia de acionamento durante o descontraído passeio. Em relação a isso, todos estavam de acordo com o lema de Erwin Junker: "em tudo o que você fizer, aja com sabedoria, sempre considerando o fim".

A delicada relação entre recursos e energia se reflete em diferentes níveis no Grupo Junker: nas unidades, nos processos de trabalho, nas retificadoras ultramodernas e no desenvolvimento de tecnologias de ponta e de aplicações. "Logo na fase de construção, colocamos o foco na sustentabilidade e na redução de poluentes", esclarece o diretor Rochus Mayer.

E dá para ver os resultados: conforme exigido pelo cliente, as máquinas são otimizadas para apresentar eficiência energética. Dessa forma, em comparação com os valores padrão, é possível uma economia energética de até 60%. Isso também reduz as emissões de CO2 de modo sustentável. "Também nos certificamos de que as peças compradas tenham durabilidade e sejam ecologicamente corretas", completa Rochus Mayer.

O diretor do Grupo Junker ainda esclarece: "Nossos clientes, fabricantes e fornecedores de automóveis também são beneficiados com os inúmeros desenvolvimentos e ideias no que se refere à mobilidade elétrica. A Junker desenvolve intensivamente novos processos de usinagem e tecnologias com os quais nossos clientes produzem componentes para mobilidade elétrica. Da mesma forma, trabalhamos continuamente em máquinas inovadoras para peças originais. Com elas é possível reduzir a emissão de poluentes por motores de combustão, assim como tornar sistemas de acionamento e transmissão mais eficientes. Além disso, mediante solicitação, oferecemos a fabricantes e a fornecedores suporte no desenvolvimento de componentes inovadores."

Por isso, não foi coincidência que, junto com a visita do deputado, tenha passado por Nordrach uma equipe de um fabricante líder mundial da indústria automotiva: os especialistas realizaram no local os testes de aceitação das máquinas para a fabricação de um eixo de transmissão para um novo automóvel híbrido no local. "Na Alemanha, é raro uma cidade pequena em uma paisagem idílica ser o lar de um líder mundial de mercado. Mas, para Baden-Württemberg, isso é muito normal", afirmou Thomas Marwein, impressionado com a inovação e a criatividade de seus conterrâneos. "Fico feliz de conseguir ter uma perspectiva pessoal do grande conhecimento e da tecnologia impressionante da Junker aqui na sede da empresa", complementou Marwein.

Como membro da Aliança 90/Os Verdes, Thomas Marwein está familiarizado "por natureza" com os desafios da proteção ambiental. Uma das tarefas mais importantes é controlar a poluição do ar: sobre isso, o deputado de Offenburg e o diretor da empresa de Nordrach concordaram. "Para a Junker, proteção ambiental não significa apenas eficiência energética, mas também ar limpo. Por isso, sempre equipamos nossas retificadoras com filtros de ar", afirmou Rochus Mayer.

Os filtros de alto desempenho são produzidos pela LTA Lufttechnik GmbH. Fundada no ano de 1980, em Achern, a empresa pertence ao Grupo Junker desde 1995 e, por esse motivo, sua matriz também se encontra em Nordrach. Com quase 40 anos de experiência, a LTA é líder de tecnologia no ramo. Atualmente, ela possui filiais na República Tcheca e nos EUA. Seu mais recente desenvolvimento é o primeiro sistema de filtração compacto de limpeza automática do mundo, que permite a recuperação do fluido de corte e filtra, de maneira confiável, até mesmo partículas muito pequenas.

Todas as unidades do Grupo Junker do mundo são certificadas com a ISO 14001:2015, norma internacional de gestão ambiental. Os certificados ambientais com validade até 2020 foram confirmados já no início do ano. Como acrescentou Rochus Mayer, a Junker tem objetivos claros: "Queremos diminuir o consumo de energia elétrica e as emissões de CO2 de maneira contínua." Na unidade de Nordrach, isso foi implementado, entre outras coisas, com um sistema de aparas de madeira, que gera calor para toda a unidade a partir de recursos renováveis. Somente em dias muito frios é que é necessário aquecimento adicional com o sistema de aquecimento urbano. O sistema de aparas de madeira é apenas uma parte de um projeto abrangente: uma instalação de ar comprimido no sistema de aquecimento possibilita a recuperação térmica. Foi ainda instalado um gaseificador a lenha para produzir energia.

Como engenheiro, Thomas Marwein está familiarizado com assuntos técnicos. Por isso, não é surpresa que o deputado se interesse pelos "dados ambientais" das máquinas. Ele ficou sabendo, assim, que a Junker trabalha constantemente na otimização energética de seus modelos. O uso sustentável vale a pena: por meio de desenvolvimentos inovadores — como as bombas hidráulicas controladas por frequência e as unidades refrigeradoras orientadas pela necessidade — é possível alcançar economias significativas. Por exemplo, para a fabricação de árvores de cames, uma retificadora precisa de aproximadamente 51% menos energia e 21% menos fluido de refrigeração. A redução da poluição sonora também é um objetivo apresentado: o nível de ruído das retificadoras fica abaixo de 75 dB (A). "Isso é como o som ambiente de um escritório open space ou da lanchonete", ilustra Rochus Mayer.

Da esquerda para a direita: Rochus Mayer (CEO), Thomas Marwein, o fundador da empresa Erwin Junker, Isabelle Mansoux (CSO).

Thomas Marwein com o gerente Tobias Armbruster.

Endereço:

Erwin Junker Maschinenfabrik GmbH
Sede
Junkerstraße 2
77787 Nordrach
Alemanha